Embarcação naufraga em represa na Colômbia; polícia confirma três mortos e cerca de 30 desaparecidos

Uma embarcação naufragou na tarde deste domingo (25) na represa El Peñol de Guatapé, um ponto turístico no noroeste da Colômbia. De acordo com declarações dadas ao jornal "El Colombiano" pela secretária de governo da Antioquia, Victoria Eugenia Ramírez, a empresa dona da embarcação afirmou que 150 pessoas estavam a bordo.

O capitão do Corpo de Bombeiros de Rionegro disse à emissora local Blu Radio que havia 130 pessoas na embarcação. "Até o momento, temos três pessoas falecidas e um [número] aproximado de 30 desaparecidos", afirmou o general Jorge Hernando Nieto, diretor da polícia, ao jornal "El Colombiano".

 Segundo as imagens, várias lanchas e embarcações que estavam ao redor auxiliaram no resgate dos passageiros, enquanto o barco submergia. Assista abaixo:

"Estamos em plena operação. Segundo a empresa havia 150 pessoas [a bordo]", afirmou ela. "O barco não se chocou com outro, só afundou."

O naufrágio ocorreu por volta das 14h da tarde deste domingo no horário colombiano (cerca de 16h de Brasília). De acordo com a secretária de governo, o nome do barco é "El Almirante".

De acordo com o jornal "El Tiempo", a embarcação tem três andares e estaria cheia de turistas. A agência EFE afirmou que, neste domingo, a represa estava especialmente cheia porque os colombianos aproveitam um fim de semana prolongado, já que esta segunda-feira (26) é feriado no país.

 

De acordo com Victoria, o governo, a força aérea, o exército e a polícia local ajudam no resgate dos passageiros. Ao jornal "El Tiempo", Luis Bernardo Morales, capitão do corpo de bombeiros de Envigado, afirmou que todos os grupos de resgate na parte leste de Antioquia foram mobilizados para tentar atender às vítimas.